quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Olhei pra baixo... Olhei pra dentro...



Olhei pra baixo... Olhei pra dentro...


Ai de repente senti aquela fome, natural quando são 18hs. Peguei uns trocados e fui tomar uma sopa, ali no restaurante popular. Sopa muito boa, nutritiva que só vendo, e barata, apenas 50 centavos, e com a compania de uns pãezinhos, fica perfeita! Chamei um amigo, o Danilo “Boy” e nos mandamos pra lá. Conversa vai e vem, e chegamos à bilheteria e a surpresa: tinha acabado a bendita sopinha! Poxa vida, logo hoje?! Eu tinha acabado de chegar da faculdade, o Boy, do trabalho, e aquela seria uma boa refeição! Enfim, se nem tinha mais, lamentar é algo que nem iria surgir efeito. Voltamos pra casa. Ficamos no primeiro andar, conversando, falando sobre a vida alheia [coisas boas, claro...], falando sobre festas, estudos, trabalho... E olhamos pra baixo e vemos uma cena lamentável: um homem revirando o lixo de uma lata e comendo o que encontrava. Aquilo foi mesmo que ter jogado um balde de água gelada na minha cabeça, lá do segundo andar... Fiquei a pensar um milhão de coisas: quem era aquele rapaz, o que ele fazia, onde ele mora [se é que mora em algum lugar], se tem família... E o pior: ele morrendo de fome em frente de uma instituição pública de alimentos e sem um trocado furado no bolso. Lamentei. Coloquei-me naquela situação, sujo, com fome, sede, sem dinheiro, sem moradia, supostamente sem família e sem fundamentos básicos que o impulsionasse a viver de forma digna. Fiquei refletindo que tipo de democracia vivemos, onde muitos ganham uma mixaria e poucos ganham um absurdo! Fiquei lembrando fatos decorrentes do dia a dia onde mostram milhões de reais sendo desviados dos cofres públicos por pessoas que teriam que preservar nossa dignidade diante do Estado. Tantos atos secretos que só fazem a mordomia dos governantes e tantos atos libertos como esse, que ferem o olhar, que fere a mente de forma irreparável. Não adianta paliativos, não se faz por onde haver uma migração de valores sórdidos, hipócritas, que são relativamente dispensáveis ao ponto de vista de uma sociedade justa [que nunca haverá], a fim de que seja posta em prática uma verdadeira mão de obra è favor da população, de modo geral. Ou há uma boa reviravolta nesse modo de administração da nação, ou veremos cenas desse estilo por um período indeterminado. Infelizmente! Fiquei a observar aquele indivíduo revirando a lata, catando algum pedaço de biscoito ou pão, correndo o risco de contrair alguma doença ou se acidentar. Ao olhar para baixo olhei para dentro de mim, e passei a ver, literalmente, o mundo com outros olhos... Com certeza meu ponto de vista mudou, e muito, a partir das 18hs do dia 6 de agosto de 2009.


Texto e foto: Thiago Maia
Mais fotos em: www.flickr.com/thyagumayah

39 comentários:

DaniloBoY disse...

poxaaaa!!!
naoo sabia desse seu lado cabecaaa!!!
massa de mais, parabens parceiroo..
boas palavras.
hehe
abracos

Tata disse...

É......infelizmente nosso país é MUITO desigual socialmente falando.
Juro, que se fosse eu , eu não teria aguentado, teria dado minha sopa para ele! Não consigo ver tais cenas.....me dói d+.
É muita crueldade uma pessoa passar fome!!
Mas, concordo com vc, teria qie ter uma reviravolta, mas, nem a fome zero funcionou aqui no país da bananas!!!
Infelizmente ainda vamos ver muito essa cena por aí!
bjinhos

Marjozinha disse...

Thiago, eu fico impressionada com a forma como escreve, é madura demais pra sua pouca idade, mas isso mostra o quanto você tem sensibilidade, delicadeza e, acima de tudo, educação impecável. Você somente escreveu o que realmente se passa no mundo de hoje, nesse mundo sórdido e cruel em que, infelizmente, vivemos. Um mundo de muitas vezes me assusta, que vou deixar para meus filhos, mas procuro agir e desempenhar minhas funções e obrigações de cidadã, pessoa, mãe, amiga, da melhor maneira possível. Passar, como conversamos dia desses, valores reais, decentes, honestos às pessoas a minha volta. Seu texto é brilhante. Somos obrigados a conviver com situações como esta porque num circo chamado Brasília vivem palhaços que fazem piada de nossas vidas, que montam suas luxuosas tendas com nosso dinheiro, e ainda se engalfinham numa tribuna acusando uns aos outros por barbáries cometidas em comum...Obrigada pelos seus textos, pela sua amizade, pelo seu carinho constante, por palavras lindas que dispara para mim, por tudo...um grande, imenso beijo, menino lindo!

Silvia Gonçalves disse...

É Thi...

Eu sei como é isto...
Já participei uma vez de um "evangelismo" na rua, entregávamos comida aos moradores de rua, muitas pessoas...

É muito triste vê-los, até hoje quando vejo estas pessoas na rua me dá uma vontade absurda de ajudar, mas não sei como,..

Como eu gostaria de colocá-los na minha casa e ajudá-los de todas as formas...

Mas é importante saber que muitas destas pessoas estão lá por que querem.. por diversas razões.. e acho que talvez esta seja a mais triste de saber...

De qualquer forma, estou aqui para te indicar um livro que fala sobre isto, e acho que vc vai amar, conhecer um pouco sobre estas pessoas..

O Futuro da Humanidade, dei detalhes em um post - http://pensamentosdasil.blogspot.com/2009/06/o-futuro-da-humanidade.html.

Bjos meu querido, e um ótimo fim de semana!!!

Liciane disse...

Adorei o post.
Também tenho visto cenas assim e fico muito chocada.
Pena que quem tem poder pra fazer alguma coisa de verdade, não faz.
É lamentável.

Bjss

Fernanda. disse...

Já passei por algo perecido. Na verdade nos trabalho sociais, nos deparamos com histórias e situações que nos fazem olhar muito para nosso estilo de vida e para a vida que os brasileiros estão tendo. É um absurdo! Um país tão rico, 'não conseguir' dar uma vida no mínimo aceitável a todos nós! Enquanto uns imploram migalhas, outros torram dinheiro com carros de luxo e viagens :x
Lamentável.

Beijos, querido!
... daqueles, bem rabiscadinhos.

Flavih Jones disse...

Puxa q tristeza.
Nem gosto de ver essas coisas, mas infelizmente vivemos num mundo injusto, não tem como fechar os olhos pra essas coisas.

Ps: sobre o q vc escreveu sobre a tampa da panela, tudo a ver viu? =D

Beijo

Ava disse...

Thiago, que forte e chocante..

É isso que a vida tem por aí afora...

E as pessoas, em seus mundinho, não vêem esse grito de alerta...

Muito bom o texto9...

A fota é impactante...

Parabéns por esse seu lado tão humano...


Querido, vá atraz de sua garota...rsrs

Ela está asua espera...rsrs


Beijos em seu coração...

KOTTA disse...

Não sei se aí funciona como em Portugal, mas os governantes parecem cegos para a pobreza
batata, fruta, leite etc. quando ultrapassa a produção que a CEE estipulou preferem deitar fora do que mandar distribuir pelos mais necessitados é tudo uma questão de ganhar mais ou menos centimos.Os próprios lavradores se não lhes pagam o que querem deitam fora. Deviam era andar pelas ruas a distribuir pelos mais necessitados, para envergonhar os políticos.Bjo.

Teórico disse...

É rapaz, uns com tanto e outros com nada, é revoltante!!!

Lorena disse...

É Tiago, pena que nem todos pensam assim, essa dor não toca no íntimo dos que mais desviam "nossa grana"...
Esse é o reflexo de um passado de exclusão.
Ótimo texto, bem reflexivo!

Stella disse...

É péssimo mesmo tudo isso. Eu acho um absurdo aqueles políticos receberem tanto dinheiros, tantos aumentos, enquanto tem gente por aí que podia usar um real que seja pra comer...
É um mundo muito desigual... :/
Beijos

Ira Buscacio disse...

Thiaguinho,
Você não existe! Que coisa bonita ver sua maturidade com tão pouca idade.
Infelizmente, as mazelas desse mundo são maiores ainda, das que existem no nosso quintal.
Mas, eu fico feliz de vê-lo sensível e mais ainda, de vê-lo escrever, como posicionamento, tão bem e profundamente.
Um bom fds. Um grande bj

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Oh, meu anjo...São textos espontâneos como esse seu que me fazem sentir menos ET...
Tenho MUUUUITA dificuldade de encontrar interlocutores; a maioria só quer galhofa.
Adoro galhofa; mas SÓ ela é MUUUUUUITO pouco...
Trabalhei um ano e pouco com 70 homens ditos "de rua" (alguns eram egressos do sistema penitenciário); era uma instituição católica, de grande nome (rica e famosérrima).
A corrupção corria solta.
Quando me convidaram, disseram que o principal objetivo era "faxinar" o funcionamento da casa, para que ele de fato cumprisse seus objetivos.
Comecei a "faxinar", como pediram.
Até que a corrupção apareceu com clareza absoluta.
Quem eles mandaram embora?...rsrsrsrs
Já adivinhou, né?...
Enquanto não levarmos nossas gotinhas-de-beija-flores que melhorem o respeito ao OUTRO, e que promovam o ACOLHIMENTO da pluralidade humana, a coisa continuará assim.
É MUUUUUUITO maior que questões partidárias, ou "senatoriais-brazucas".
É humano; esse ser completamente bebezinho, ainda, completamente analfabeto de si mesmo, ainda...
BEIJOS, cada vez mais fraternos.

Patrícia Kobayashi disse...

Infelizmente no nosso país veremos mtas situações dessa por algum tempo, enquanto o politica não melhorar, enquanto houver Atos Secretos e dinheiro nas cuecas!
Fora a Corrupção!

abraço
bom final de semana

Joรıє disse...

ooi, dei uma passadinha no teu blog :)
e goostei.

Luna Sanchez disse...

Pois é, Thiago, a desigualdade também me revolta.

É por isso que peso bem as minhas queixas e lamentações, e tento fugir de viver reclamando de coisas banais, enquanto tanta gente tem problemas de verdade, e muito sérios.

Um beijo de sábado.

ℓυηα

Única e Exclusiva disse...

A sopa é um delícia... qdo trbalhava no centro sempre ia almoçar e jantar lá.
Sobre a visão que teve é deprimente mas, é nossa realidade. Infelizmente!!

Beijinhossss ú&e

Senhorita Íris disse...

Éee meu amor...infelizmente a vida é assim!
Isso tá no nosso dia-a-dia, a gente que não percebe ou não quer perceber, mas o fato existe e é triste. Principalmente com crianças e idosos. Se ficarmos esperando pelo governo, sinceramente, vai continuar do jeito que está!!
Um beijão bem bom Thiii! Amei seu texto..como sempreee..rsrs

Calila das Mercês disse...

Que forte, hein!
Muito interessante este post, mas é triste;
A realidade é triste. Já chorei vendo um senhor se arrastando pelas ruas... é de partir o coração.

Mas... temos que olhar sim para realidade, acredito que fingir que não ver, não seja a melhor alternativa.


Saudações.
Gosto daqui.

Dica disse...

PErceber o que percebeu não é tão comum em outras pessoas. A maioria iria olhar e fazer de conta que não viu, outra iria se sentir incomodada e sair, outra iria até ele e daria uns trocados - dar uns trocados e não mudar o que sente e o que faz com relação a situação não vale de nada -.. Alguns dão só pra dizer aos amigos que deu.
Você pode não ter feito nada, mas mudou com o que viu. Se todos mudassem, quantas melhoras poderiama contecer, né, Thiago?


Fotografia impecável! *-*
Adoro todas as fotos que posta aqui.
Beijos e feliz dia dos pais.. (se não for ainda, um dia será)

Poetíssima disse...

Parento,
meus parabéns!
Entre para o grupo dos indignados... se eu for falar tudo que me dá na telha em relação a isso acobo me revirando com algum político na porrada!
É, eu sou selvagem! [risos]
Estava com saudades!
Obrigada pelas visitinhas ao meus espaço, você é um amor! E daqueles, bem rabiscados! [gargalhadas]
Parabéns sempre pelos textos e pela razão social que você sempre se dispõe a colocar!
Ah, li o post antes desse também, desejo feliz dia dos pais a teu pai hoje, o qual você deve tá distante, mas creio que te ama sempre!
Se eu sair de casa minha mãe me mata!
[gargalhada] Mãs, não me falta vontades!
Abraços!

Josi disse...

êeê somos baianos!
Eu moro numa cidadezinha no sudoeste baiano, chamada Caculé!inclusive esta semana ela estará completando 90 aninhos, e eu dediquei o ultimo post a ela!

Beijo =*

Déia disse...

Lindo, triste e realista esse seu post.

É uma pena que essa cena que tanto nos machuca, não mexa com Lulas, Sarneys e etc.. que estão com sua comida na mesa e seus castelos de pé.

Eu tenho tristeza de morar num país onde pessoas comem lixo. Eu tenho vergonha de governantes que nem se lixam pra nós!

Bia Maia disse...

Lindo...


Bárbaro!!!


FANTÁSTICO...

Devemos SER a DIFERENÇA que queremos VER neste MUNDO...

Se cada um de nós for capaz de fazer a SUA PARTE...e tiver a CORAGEM de OLHAR DENTRO DOS OLHOS de nosso próximo....e digo mais....não basta só OLHAR....tem de SUSTENTAR este OLHAR...

Você é com certeza um grande HOMEM, meu amigo-família...

Façamos então a diferença...vamos mexer o nosso bumbum de nossas cadeiras, e vamos estender a mão à quem precisa de nós!

Parabéns...e saiba que, postando aqui este texto, já começou o SEU MOVIMENTO...basta ver e ler a quantidade de comentários...

Beijos com amor e COMPAIXÃO...

Sua família...

Biazinha MMMMMAAAIIIIIIAAAAAA

Fran disse...

Tiago, já disse que gosto muito dos seus textos neh?!
Mas nesse você se superoun menino!
Aqui onde moro, por ser uma cidade pequena e interior, quase nõa presenciamos essas cenas, mas sempre que penso também fico em estado de choque. É muito triste mesmo, mas tudo é resultado de um país onde pobre cada vez é mais pobre e os ricos só olham para seu umbigo.

Beeijo!

Angel disse...

Caaaaaaaaara adorei o teu blog
eu amo fotos tbm e as tuas estão perfeitas
essa primeira então mostra a realidade do mundo em que agente vive
Parabens pelas fotos
achei um maximo

Angel disse...

Eu concordo contigo!
obrigado pelo comentario
abraço

Soraia Alves disse...

Mue, não tem nem o que falar. É lamentável a situação, não só em que o Brasil se encontra, ams o mundo todo. e eu não sou dada a utopias pra dizer q um dia tudo vai melhorar.

Curti muito seu blog...

beijos

Rebeca Oliveira disse...

É Thiago nem tudo na vida é como a gente deseja que seja;
O mundo é injusto com muitas pessoas e por mais que tenhamos vontade de ajudar todas elas, seria impossível.
Não sou socialista, mas gostaria que o mundo fosse melhor, não só pra mim, mas para todos que nele habitam.

Beijos, Rê.

Helô Müller disse...

Thiago querido ! O mais importante, de tão bonito relato, foi a sua mudança ter acontecido de dentro pra fora, pois só assim as coisas podem ser mudadas, tanto nos indíviduos, tanto no mundo habitado por estes mesmos indíviduos ... Só podemos mudar o que nos toca as emoções, como amor e a compaixão ! Menos umbigo e mais visão da periferia, percebeu o que eu quis dizer com isso ??
Beijos e parabéns pela sua mudança de alma, a partir desta data !!!!
Helô

HSLO disse...

Parabéns pelo blog...muito bom. É a primeira vez que passo por aqui e confesso que vou ficar. Já sou um seguidor.

Abraços

Hugo

Liciane disse...

Tenho um selinho pra vc!!

Bjss

pauloveras disse...

Excelente blog Thiago. Foto chocante com um texto muito forte que nos leva a refletir. No meu blog, escrevi algo parecido, com o título "arco-iris preto e branco. Se der, da uma ida la. Posso te seguir? Abraços

Silvania disse...

Ei sumidoooo
tem um selo pra vc no meu blog, esse não é só p meninas, viu? kkkk
bjoo

TetÊ disse...

Thiago,

seu grito é uma denúncia,
isso faz toda a diferença.
Abraço.

тєтê...ѕσℓтαи∂σ σ νєявσ иσ νєявσ ∂є ям! http://verbofeminino-rm.blogspot.com/

Solange Maia disse...

Estou em pé... batendo palmas.

Se este post não tivesse uma palavra sequer, ainda assim estaria dizendo muito. A imagem é profundamente tocante.
Belo texto, sabe que fiquei pensando uns dez minutos antes de ter "forças" para escrever ?

Sinto-me absolutamente tocada.
Realmente precisamos de ATITUDE nessas horas. Contar com o governo ? Bah ! Melhor se cada um de nós, em pequenos gestos isolados, fizermos a nossa parte...

Pôxa...
Que sorte a minha ter passado por aqui hoje...

Um beijo na alma....

Tay disse...

Poxa vc num desceu la pra dar uma moedinha pra ele nao??
BOm, se vc tem 22 anos msmo, parabens, é uma maturidade raramente encontrada em alguns caras de 50.
Muito bom,
Vou te seguir
=)
Beijos!

railer disse...

infelizmente muita gente fecha os olhos e finge que não vê essas coisas. a primeira mudança já começou. é a que ocorreu dentro de você.